Região feminina: alterações em suas proporções

 Publicado por: Ricardo Kruse

Algumas delas podem causar insegurança, mas há como solucioná-las

 Muitas mulheres possuem dúvidas a respeito da região íntima e suas proporções. Em muitos casos, as dimensões incomodam, trazendo desconforto e insegurança em diversos momentos da vida.

Um dos problemas mais citados diz respeito ao aumento dos pequenos lábios. É importante frisar que cada mulher tem o corpo diferente de outra; logo, o desenvolvimento da região íntima também vai ser diferente.

  • É normal esse aumento?

É completamente normal que as dimensões íntimas sejam desproporcionais; cada anatomia possui suas próprias características.

  • Qual a sua razão?

A razão desse aumento nada mais é que excesso de pele, o que pode causar incômodo estético em algumas mulheres e, em alguns casos, incômodos fisiológicos, como infecções constantes, ressecamento vaginal e dores durante a relação sexual.

  • O que causa esse crescimento?

A variação de tamanho entre um lado e outro ou em relação aos grandes lábios é normal, seja desde o nascimento ou devido ao desenvolvimento corporal da mulher; entretanto, há outros fatores que podem influenciar, como:

  • Alterações hormonais;
  • Uso de medicamentos;
  • Irritações crônicas;
  • Uso de anabolizantes.

 

  • Há solução?

Uma maneira de solucionar esse problema é através de procedimento cirúrgico, que tem como principal objetivo retirar o excesso de pele adequando o resultado ao desejo da paciente.

O procedimento pode ser realizado na própria clínica com anestesia local ou em casos mais complexos no centro cirúrgico em ambiente hospitalar. Os pontos são dados internamente com fios absorvíveis (sem necessidade de retirada) e as cicatrizes são praticamente invisíveis.

O pós-cirúrgico é tranquilo; caso haja desconforto, analgésicos comuns costumam ser suficientes para amenizá-lo. É possível retornar à rotina após 3 dias da cirurgia; porém, esforços físicos devem ser evitados por 30 dias, assim como relações sexuais.

Se interessou pelo assunto? Entre em contato com o Dr. Ricardo Kruse e agende a sua consulta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 61 = 65

Ricardo Kruse | © Todos os direitos resevados
Desenvolvido por &