Abdominoplastia: de A a Z, tudo que você precisa saber sobre esse procedimento

 Publicado por: Ricardo Kruse

Abdominoplastia: de A a Z, tudo que você precisa saber sobre esse procedimento

O sonho de ter a barriga lisinha afeta muita gente. De acordo com a ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery), a abdominoplastia é a segunda cirurgia plástica mais procurada no mundo. Melhorar a autoestima é a principal motivação dos pacientes.

Apesar de ser muito comum e muito procurada, muitas pessoas têm dúvidas sobre o procedimento; se é adequado para o seu caso, como é realizado, como funciona a cicatrização, tempo de recuperação, quais cuidados tomar antes e depois, entre outras questões.

Sendo assim, explicaremos tudo o que você precisa saber sobre a abdominoplastia:

O que é?

É a cirurgia para reduzir o volume da barriga, retirando o excesso de pele e gordura da região abdominal, inclusive cicatrizes e estrias. Os resultados consistem numa barriga mais plana e tonificada, uma vez que na cirurgia os músculos retos abdominais são aproximados de forma a definir melhor a região abdominal, a cintura e a silhueta.

Para quem é indicada?

A abdominoplastia é indicada para pacientes que passaram por um processo de emagrecimento significativo, gestação ou envelhecimento e se sentem incomodados com a região do abdômen, seja pelo excesso de pele ou de gordura. É importante salientar que essa cirurgia não é um procedimento para se “perder peso” e não substitui os efeitos de uma boa alimentação e a prática de atividades físicas.

Quais os cuidados pré-operatórios?

É fundamental a paciente estar em seu peso adequado no momento da cirurgia para obter um maior benefício com o procedimento, de forma que o resultado tenha duração a longo prazo.

Na avaliação pré-operatória, o paciente é examinado e são solicitados exames como de sangue, eletrocardiograma e ultrassom abdominal. Nesta consulta também é discutido o tipo de cicatriz resultante e se há necessidade de associação com lipoaspiração para dar melhor contorno corporal.

Como é feita a cirurgia? Quanto tempo dura?

É realizado um corte transversal arqueado acima dos pelos pubianos para a retirada de gordura e excesso de pele. Outro pequeno corte é feito na parte interna e ao redor do umbigo. No transcorrer da cirurgia, costuram-se os músculos abdominais aproximando-os para estreitar a silhueta e “chapar” o abdômen.

Ao final, a pele é esticada, sendo retirado o excesso de pele, até aproximar as duas extremidades que então são unidas com pontos de sutura invisíveis (intradérmicos). Não há necessidade do uso de drenos externos uma vez que se utilizam pontos internos de adesão.

A cirurgia dura, em média, de 2 a 4 horas com anestesia peridural e/ou geral se necessário, podendo ser associada a uma lipoaspiração para dar maior refinamento ao resultado.

Quais os cuidados pós-operatórios?

É fundamental o uso da cinta compressora por no mínimo 30 dias, pois a compressão ajudará a manter os tecidos nos seus locais, facilitando a cicatrização. Nesse período, também é recomendado evitar esforços ou pegar pesos. As sessões de drenagem linfática devem ser iniciadas já no quarto dia de recuperação.

Vale ressaltar que antes de se submeter à abdominoplastia, é fundamental pesquisar sobre os especialistas em procedimentos estéticos corporais. O mais importante é escolher um cirurgião plástico que tenha uma boa formação e boas referências.

O Dr. Ricardo Kruse é um experiente cirurgião plástico especialista em cirurgias plásticas em geral. Se ainda tiver alguma dúvida ou se interessou pelo procedimento, entre em contato com a clínica e agende uma consulta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

76 + = 82

Ricardo Kruse | © Todos os direitos resevados
Desenvolvido por &