Rinoplastia


A rinoplastia é uma cirurgia plástica feita para tratar o nariz esteticamente. De acordo com a necessidade, pode ser associada a outras cirurgias funcionais dessa parte do corpo (como, por exemplo, desvio de septo) no mesmo ato cirúrgico.

 

Indicações

É indicada para pessoas insatisfeitas com o aspecto visual do seu nariz. Seja ele grande, largo, comprido, “achatado”, de ponta caída, com giba (“nariz de papagaio”) ou “batatinha”, por exemplo. Além disso, é recomendado para quem sente o nariz desproporcional ao rosto e querem aumentar ou diminuir a região. Também pode dar projeção, “arrebitar”, afinar ou reduzir as asas nasais.

 

Veja também:

 

Cuidados pré-operatórios

Para este tipo de procedimento, os cuidados fundamentais são comuns a qualquer outro tipo de cirurgia. Ou seja, avaliação e exames pré-operatórios de rotina (exames de sangue, eletrocardiograma, tomografia do nariz). Antes de tudo é fundamental uma avaliação pelo otorrinolaringologista. Desse modo é possível diagnosticar alterações funcionais que possam ser tratadas na mesma cirurgia.

 

Como é feita a rinoplastia?

O procedimento pode ser feito basicamente de duas maneiras: exorrinoplastia (“cirurgia aberta”) ou endonasal (“cirurgia fechada”). Na primeira, é feito um corte na pele que separa as duas narinas (columela) e dentro de cada narina (forro nasal). Já na técnica fechada, a incisão é feita somente no interior delas.

A cirurgia tem duração de, aproximadamente, duas horas. É sempre realizada com anestesia local associada a uma sedação que pode ser superficial ou geral. Neste caso é realizada a intubação do paciente, que irá respirar com o auxilio de aparelhos durante a técnica, sendo esta a anestesia mais segura que existe (anestesia geral).

 

Cuidados pós-operatórios

Ao término da cirurgia é colocado um curativo rígido no dorso no nariz que irá proteger e fixar o nariz na sua nova posição durante sete dias. Em seguida, este é substituído por um curativo adesivo que permanecerá por mais uma semana.

Na primeira semana, é recomendada uma dieta com alimentos líquidos ou pastosos, frios ou gelados, para que a mastigação não prejudique a cicatrização do nariz na sua nova posição. Após essa fase já é possível voltar às atividades cotidianas, evitando esforços físicos intensos, que serão liberados de acordo com a recuperação da paciente.

Para mais informações preencha o formulário abaixo e entraremos em contato:

Ricardo Kruse | © Todos os direitos resevados
Desenvolvido por &